Translate

Anjo da Noite 3 - A Origem - Capitulo 20


Capítulo 20 – Segredos


Eu e Ryan fomos juntos ao Mc.Donalds depois da aula... Era tão facil ficar avontade na companhia dele, eu me sentia uma boba... Mais não consegui evitar. 

_Gostou das batatas ?_ ele perguntou rindo.
_Muito. 
_Aquela sua prima é muito legal_ ele comentou de repente.
_Você gostou dela ?_ ergui a sobrancelha.
_Eu vi quando ela disse pra você aceitar o meu convite... Foi muito legal_ ele sorriu.
_Você viu ?_ arregalei os olhos.
_Você não sabe disfraçar muito bem_ deu de ombros. 

Eu acho que fiquei vermelha nessa hora... Mais eu agradecia a minha mãe por isso. Acho que não teria coragem de aceitar se não fosse por ela. Ela entendia bem o que eu estava passando. Nós dois caminhamos pela rua conversando, foi ai que percebi uma presença estranha... Parecia que tinha alguém nos seguindo. Eu parei de andar pra olhar em volta. 

_O que foi ?_ ele perguntou.
_Eu acho que tem alguém nos seguindo_ falei.
_Quem ?

Ele se virou pra poder olhar também, mais seus olhos não eram tão bons quanto os meus... De longe eu vi uma mulher nos espionando, escondida nas sombras de um beco... Tinha os olhos iguais aos da minha mãe... Era aquela vampira de quem ouvi eles falarem... Meu coração disparou... Se ela estivesse mesmo nos perseguindo podia querer machucar o Ryan.

_Temos que sair daqui_ eu disse pra ele apressada.
_Mais porque ? Eu não vejo ninguém_ ele disse.
_Ryan... Você confia em mim ?
Ele me analisou pro um minuto_ Confio.
_Então vem comigo.
Eu segurei a mão dele e comecei comecei a correr... Tive de respirar fundo e me concentar pra correr a uma velocidade humana. De jeito nenhum Ryan podia desconfiar o que eu era de verdade.

_Mellany_ ele me chamou enquanto corriamos_ O que ta acontecendo ?
_Não da tempo de explicar agora Ryan... Só me segue. 

Em questão de minutos estavamos na casa dele... Ele me olhou desconfiado mais não se deu o trabalho de perguntar com eu sabia onde ele morava, na verdade nem eu sabia como... Foi instinto.

_Entra em casa e não sai de lá até eu voltar ta bem ?_ eu pedi. 
_Porque ? O que ta acontecendo ? 
_Ryan...
_Eu preciso de uma explicação Mellany... Qual é o problema ? É mais um de seus segredos ? Fala comigo.
_Tem uma pessoa seguindo a mim e a minha familia e eu tenho medo que faça alguam coisa com voce_ foi só o que consegui inventar na hora, e não era totalmente mentira. 
_Mais podem te machucar... Voce devia...
_Não se preocupa comigo eu sei me cuidar... Promete pra mim que vai ficar em casa até eu mandar ?
_Só se me prometer explicar o que esta havendo.
_Ryan...
_Promete Mellany_ ele insistiu.

Merda... O que eu faria agora ? Não tinha nenhuma chance de eu dizer a ele que era filha de um lobisomem e uma vampira. Mais não tinha condições de seguir mentindo pra ele.

_Mais que droga Ryan... Eu prometo_ falei irritada_ Agora entra.
_Tudo bem. 

Ele me deu as costas e entrou em casa correndo... Ainda com um ar desconfiado no rosto. Eu teria de dar um jeito de mentir pra ele, de fazê-lo esquecer... Ou teria de me afastar dele, o que seria pior. 

_Desculpe_ sussurrei mesmo sabendo que ele não ouviria.
Então me enfiei de novo na floresta... Andei devagar sentindo os cheiros, procurando algo estranho. Então dei de cara com a mulher me encarando com um grande sorriso no rosto. 

_Quem é você ?_ perguntei.
_Você se parece tanto com a sua mãe_ ela disse sorrindo_ Tão linda... Tão especial.
_O que você quer em ?
_Na hora certa você vai saber.

Ela iscou pra mim e então desapareceu. Aquela mulher só podia ser louca... Assim que ela sumiu eu peguei meu celular e liguei pro Ryan... Disse pra ele que ja estava tudo bem e não dei tempo que ele fizesse nehuma pergunta... Fui correndo direto pra casa, com os pensamentos todos enlouquecidos... Aquela mulher me dava medo. 

Narrado pelo Joe

Eu fiquei sentado na cama observando a Demi dormir... Foi quando vi um saco jogado no chão, eu o peguei e tirei de dentro um vestido branco, coberto de sangue... Na minha cabeça veio a memória de uma conversa com Marcus de uns seis anos atrás... A roupa que Demi usava quando ele a encontrou. Então foi por isso que ela ficou desse jeito... Deve ter sido dificil pra ela olhar pra isso.
_Eu também me lembro.

Eu tomei um susto quando vi Selena parada ao meu lado segurando a fita vermelha que estava no saco junto ao vestido.

_Parece que foi ontem que ouvimos aquela história_ ela comentou. 
_Aposto que não foi facil pra ela.
_Ela vai descobrir quem é... Esta chegando perto.
_É só uma roupa Sel... No que isso vai ajudar ? 
_Ela deve ter uma familia, uma casa... Alguma hora vai...
_Ja fazem mais de cem anos que Marcos a encontrou... Porque alguém viria procurá-la agora ? E como vamos saber que ela não era uma selvagem ?
_Eu duvido muito disso_ ela disse.
_Duvida ?_ eu mostrei o vestido sujo de sangue a ela.
_Deve ter sido um acidente.
_Eu adoro esse seu otimismo Sel... Mais eu não sou assim.
Ela parou atrás de mim e envolveu seus braços em meu pescoço, dando um beijo na minha bochecha.

_Vai dar tudo certo no final... Sempre da.
_O problema é que isso aqui não é uma história de conto fadas... É a vida real.
_Não precisa ser uma história pra ter um final feliz. 
_Obrigada por tentar me animar. 
_Disponha... Pra isso que servem as cunhadas chatas_ ela riu. 

Ficamos conversando mais um pouco até que ela saiu do quarto... Alguns minutos depois a Demi acordou, ela se agarrou ao travesseiro, me olhando desconfiada.

_Esta se sentindo melhor ?
_Desculpa ter surtado ?_ pediu com um ar culpado. 
_Não precisa pedir desculpas... É bom desabafar de vez enquando. 
_Mais eu taquei um jarro em você_ ela lembrou. 
_É... Não faça isso de novo_ eu disse e ela riu. 
_Obriagada por me aturar.
_Pode me dizer o que aconteceu ?

Ela me encarou em silencio e percebi que estava novamente com vontade de chorar. 

_Marcus me levou ao lugar onde me achou e eu tive uma visão. 
_O que você viu ?
_Meu passado... Marcus estava me perguntando o nome do meu pai... Mais a visão acabou antes que eu respondesse. 
_Sinto muito por não ter conseguido nada. 
_Tudo bem... Eu já devia esperar isso mesmo. 
_Você precisa de um pouco mais de paciência.
_Eu sei_ ela forçou um sorriso. 

Ela se levantou e se arrastou pela cama pra me abraçar... Eu sabia que com um pouco mais de tempo e paciência ela conseguiria o que queria. E eu estaria aqui pra ajudar.
Narrado pela Demi

Eu estava abraçada ao Joe... Conforme os minutos iam passando eu via que meu chilique era desnecessário. Eu precisava mesmo de um pouco mais de paciência... Só que não era o meu forte. Foi ai que Mellany entrou no quarto apressada. 

_Mellany... O que aconteceu ? 
_Aquela mulher mãe... A louca que fez aquilo com a senhora... Ela tava seguindo a mim e oRyan.
_Você tava com o Ryan ?_ Joe fez careta.
_Joe não era pra isso_ eu o olhei feio_ Ela fez alguma coisa com vocês ?
_Não... Eu perguntei o que ela queria e ela disse que na hora certa eu ia saber... Eu to com medo. 
_Vem cá.

Ela subiu na cama e nós dois a abraçamos... Era só o que faltava, agora essa louca ia perdeguir a minha filha também. 

_Não se preocupa filha_ Joe sussurrou pra ela_ ela não vai machucar você, eu não vou deixar.
_Eu tenho medo que ela machuque o Ryan_ confessou_ Não vou me perdoar se alguma coisa acontecer com ele. 
_Você gosta mesmo desse menino né ?_ eu perguntei.
_Gosto.
_Pois ela não vai chegar perto dele... Eu prometo que no que depender de mim ele vai estar a salvo_ Joe prometeu a ela. 
_Promete ?_ ela levantou o rosto pra olhá-lo.
_Eu prefiro morrer a ver você sofrer querida_ ele disse pra ela_ Se ele é importante pra você... Então é pra mim também. 
_Obrigada pai. 

Ela sorriu e o abraçou... Mais eu senti um arrepio estranho ao ouví-lo dizer que morreria pra salvá-lo... Isso me incomodou de uma forma estranha mais eu preferi não comentar. Eu os abracei também... Minha familia, não me perdoaria se algo acontecesse a eles.

1 comentários:

  1. oh q lindo o Joe é um ótimo pai e a Demi uma ótima mãe :)

    ResponderExcluir

 

© Template Grátis por Cantinho do Blog. Quer um Exclusivo?Clique aqui e Encomende! - 2014. Todos os direitos reservados.Imagens Crédito: Valfré