Translate

Hold My Hand - Epílogo





Epílogo



Temos que aprender a lhe dar com as coisas... Superar os medos... Se perdoar e nos livrar da culpa que nos impede de viver em paz... É mais simples do que parece.


Joe me obrigou a subir naquela coisa (lê-se moto), mais não quis me dizer aonde íamos. Só estranhei quando ele parou na porta do cemitério e desceu da moto... Eu olhei confusa enquanto ele me ajudava a descer.

_O que estamos fazendo aqui?_ perguntei confusa.
_Demi, não fique zangada comigo_ ele pediu.
_Joe eu...
_Te trouxe aqui pra que você fosse ao tumulo do seu pai_ ele explicou.
_Não posso fazer isso_ sussurrei o olhando nos olhos.
_Demi_ segurou meu rosto entre as mãos_ Já esta na hora de você deixar toda essa culpa pra trás.
_Eu não sei se consigo_ confessei agoniada.
_Eu vou com você_ ele me garantiu_ vou ficar do seu lado.

E ele segurou minha mão com força, me passando segurança... E então caminhamos juntos até o tumulo do meu pai. Era a primeira vez que chegava tão perto e as lágrimas desceram pelo meu rosto... Uma dor diferente enchendo meu coração. Joe estendeu pra mim uma tulipa vermelha... E deu alguns passos pra trás, pra dar privacidade. Eu pus a flor sobre o tumulo e me abaixei.

_Oi pai_ falei me sentindo estúpida, mais faria bem pra mim_ Desculpe não ter vindo te visitar antes. Eu... Achei que seria melhor assim.
Peguei uma flor que estava ali no tumulo... Estava seca... Morta.
_Eu sinto muito pai... Sinto muito ter feito você sair de casa, por ser tão teimosa e estúpida... Eu sinto tanto a sua falta.
Agora eu chorava descontroladamente, sem conseguir me conter... Doía demais.
_Me perdoa? Sinto tanto sua falta pai... Me perdoa_ implorei sabendo que ele não podia me responder... Era em vão.
Fechei os olhos com força, podia sentir os olhos de Joe em mim, me observando cautelosamente... Fiquei uns minutos assim, imaginando como seria se meu pai estivesse ali... Quase pude sentir seu abraço. Sua presença.

_Abra os olhos Demi.

Abri os olhos de repente assustada, aquela não era a voz de Joe... Olhei pra trás e vi que ele continuava em seu lugar, só que olhando na direção da rua distraidamente e não havia mais ninguém ali.

_Pai_ sussurrei.

Foi só ai que percebi a flor em minha mão... Não estava mais morta... Estava viva e linda como nova. E meu coração se aquietou estranhamente, uma sensação de alivio me invadindo... Era um sinal... Não sei como, mais era... Um sinal de que ele me perdoava, de que estava ali comigo e nunca me abandonaria.
Fui tomada por uma paz e uma alegria inexplicáveis... Era como se tivessem tirado um peso das minhas costas e eu consegui sorrir... Eu finalmente estava em paz.

_Obrigada pai... Eu te amo_ disse colando a flor de volta em seu lugar.

Levantei-me limpando as lágrimas e fui até Joe... O abracei apertado por um longo tempo e ele não disse nada, só retribuiu meu abraço.

_Obrigada_ sussurrei por fim_ não sabe o peso que tirou das minhas costas.
_Sei sim... Eu te amo anjo.
_Também te amo.

E ele segurou minha mão, me guiando de volta a moto... E agora sim tudo estava bem. Todos esses anos vivi uma mentira, um inferno e uma tortura sem fim... E tudo porque eu não tinha coragem de enfrentar meus medos...
Agora eu sabia por quê... Eu não podia fazer sozinha... Só o que precisava era dele, do meu anjo... Deus havia colocado ele na minha vida por um motivo... Pra me dar forças e enfrentar meus problemas... E era tudo eu queria... Alguém pra estar sempre ali e segurar minha mão toda vez que eu ameaçasse cair.
E eu sabia que poderia contar com ele... Pra sempre.
Joe não era apenas meu namorado perfeito... Era meu anjo da guarda. E estaríamos juntos... Pra sempre.
FIM

4 comentários:

  1. Amei amei quando tem outra história??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. to so terminando a próxima historia ai eu posto mais acho que no sábado ;)

      Excluir
  2. Será que poderia dar uma olhada a um blog de fics jemi?
    A escritora regressou com nova história e não tem comentários.
    É esse o link: historiasdasilvia.blogspot.pt/
    Obrigada.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Hey quando tem história nova? Amo seu blog e já quero mais ;))
    Fabíola Barboza

    ResponderExcluir

 

© Template Grátis por Cantinho do Blog. Quer um Exclusivo?Clique aqui e Encomende! - 2014. Todos os direitos reservados.Imagens Crédito: Valfré