Translate

That Should Be Me - Capitulo 5

                               Capítulo 5

Depois da confusão com o Joe eu fui me arrumar pra festa do meu pai. Coloquei o vestido que minha mãe separara pra mim, era azul claro, de mangas curtas e na altura do joelho, calcei uma sapatilha, prendi o cabelo, e pus meus óculos, então desci pra ajudar a minha mãe a recepcionar os convidados. Todos os meus parentes estavam naquela festa, até alguns que moravam longe e eu não via há séculos, fora os amigos da família e do trabalho do meu pai. Tudo estava indo bem, estávamos dando atenção a todos os convidados, quando a campainha tocou e eu fui atender. Era o Joe, lindo como sempre, o problema era que ele não estava sozinho, Ashley estava agarrada a ele com um enorme sorriso no rosto.
__Oi Demi__ Joe abriu um sorriso tenso, como que me pedindo desculpas por aquilo.
__Oi Demi__ Ashley me comprimentou com o sorriso mais falso do mundo, e eu quase fervi de raiva.
__Oi__ sorri também dando espaço pra que eles passassem.
Sinceramente, eu esperava tudo, menos que Joe fosse trazer aquela garota pra dentro da minha casa... Ele sabia que ela não gostava de mim e que eu não gostava dela, sabia que ela não perdia oportunidade de me humilhar e mesmo assim ela estava aqui com ele. Isso era demais pra mim... Eu agüentava qualquer coisa, mais eu também tinha um limite.
__Fiquem a vontade__ resmunguei sem nem fazer questão de esconder meu descontentamento e sai de pertos deles, indo até a cozinha. Peguei um copo de água, e comecei a beber, tentando me acalmar e prometendo a mim mesma que não ia deixar aquilo me abalar. Então sinto uma mão no meu ombro... Eu já sabia bem quem era.

__O que você quer?__ perguntei irritada, o fuzilando com os olhos.
__Demi, me desculpa por isso__ ele fez careta__ eu tava vindo pra cá, ai ela apareceu do nada... Eu não podia dispensá-la.
__É claro que podia Joe__ protestei cruzando os braços__ eu não me importo que ela ande grudada no seu pescoço o tempo todo e que fale de mim pelas costas, mais eu não acredito que você teve coragem de trazer ela pra minha casa.
__Ela vai se comportar Demi, eu prometo__ ele me garantiu__ eu já conversei com ela e...
__Você é mesmo inacreditável__ revirei os olhos__ vai dar atenção a sua namoradinha que eu tenho mais o que fazer.
Eu não costumava ficar zangada daquele jeito e brigar com o Joe por causa da Ashley, mais eu realmente não ia esquecer que ele a trouxera pra dentro da minha casa, o único lugar onde eu tinha paz e não tinha ninguém pra ficar me humilhando. Deixei Joe sozinho na cozinha e voltei pra sala.
Poucos minutos depois ouvimos o som do carro do meu pai lá fora... Nós apagamos as luzes, nos escondemos como deveria ser, e quando ele abriu a porta e ascendeu à luz, gritamos... SURPRESA. Ele realmente não esperava por aquilo. Meu pai sorriu contente, cumprimentou todo mundo com a maior paciência, mais eu sabia que ele reclamaria com a minha mãe depois por causa dessa festa. Ele era como eu, odiava festas, odiava receber muita atenção... Mais minha mãe não entendia isso, pra ela era difícil demais, ela adorava uma desculpa pra dar uma festa e comemorar. 
Eu tentei me divertir e ignorar o fato de Joe e Ashley estarem se agarrando na minha casa... Tentei não me importar e fingir que não era da minha conta. Tentei não ficar magoada ao o ver sorrindo pra ela, mais eu não conseguia evitar. E por mais que eu tentasse fugir eles acabavam me achando. Eu estava em pé perto deles quando começou a palhaçada.
__Ai amor quando vamos sair dessa festa chata?__ Ashley perguntou com uma voz manhosa, dando um beijo na bochecha dele.
__Eu só vou embora quando acabar__ ele respondeu calmamente, sem dar muita atenção.
__Mais isso ainda vai demorar, eu tenho umas ideias melhores do que podemos fazer__ ela provocou sorrindo maliciosamente pra ele, mais como aquela garota era sem vergonha. Ela sabia que eu estava do lado ouvindo, podia apostar que fazia de propósito.
__Eu não vou embora Ashley, se quiser pode ir sozinha__ Joe disse bufando com impaciência.
__Vai me trocar pela esquisitinha de novo?__ ela se afastou dele irritada.
__Você não vai começar com isso de novo né?__ eu podia perceber que ele estava perdendo a paciência.
__Eu só estou falando a verdade, você sempre me larga de lado por causa daquela nerd esquisita, eu estou ficando cansada disso Joe__ ela reclamou pondo as mãos na cintura e fazendo pose__ eu juro que não entendo você, na hora da diversão você corre atrás de mim feito um cachorrinho, mais ai depois vai pra cima daquela garota tosca, o que você viu nela em? Já parou pra olhar pra ela? Com aquela roupinha ridícula e aqueles óculos enormes... Fala sério... Eu sou mais eu. 
Nessa hora Joe olhou pra mim... Senti meus olhos arderem com a vontade de chorar, e uma raiva enorme tomou conta de mim, mais eu não deixei que eles percebessem, apenas sai dali. Mais eu sabia que a Ashley tinha razão... Eu era uma esquisita, horrorosa, eu não sabia por que Joe era meu amigo, mais concerteza ele podia arrumar coisa melhor... Ele nunca olharia pra mim como olhava pra ela e por mais idiota que fosse isso me doeu. 
Joe Narrando

Eu sabia que levar Ashley naquela festa seria um erro, sabia que não daria certo, mais eu sempre tinha esperanças de que de alguma forma Ashley deixaria de ser tão idiota e passaria a se dar bem com a Demi. Era óbvio que isso nunca ia acontecer, eu podia perceber isso agora. E depois de ouvir pela milésima vez ela falando mal da Demi, eu simplesmente não agüentei... Deixei a raiva transparecer em meus olhos, e a indignação que me abatia toda vez que qualquer um abria a boca pra falar dela.
__Chega Ashley, vai embora__ eu ordenei apontando pra porta.
__Espera, você esta me expulsando?__ ela pos as mãos na cintura fazendo pose e me lançando um olhar assassino, se ela achava que aquilo me assustava era porque realmente nunca me vira com raiva. Ela tinha sorte de ser mulher e não fazia ideia do quanto.
Uma vez um idiota que eu não conhecia falou mal da Demi quando estávamos na rua, eu perdi a paciência e enchi a cara do palhaço de socos. Era mais ou menos isso que eu queria fazer com ela agora... Mais eu era educado demais pra levantar a mão pra uma mulher, mesmo a Ashley.
__É, eu estou te expulsando, cansei de você Ashley__ resmunguei irritado__ sai logo daqui antes que eu perca ainda mais minha paciência.
__Vai me trocar por ela de novo Jonas?__ me desafiou.
__É, com muito prazer__ sorri cinicamente.
__Você vai se arrepender disso Joseph__ ela prometeu... Nossa que medo. 
Ela me olhou de cara feia, depois saiu da casa batendo a porta com toda sua força__ que não era muita__ me senti bem mais leve quando ela foi embora, era incrível como Ashley podia ser espaçosa. Eu sabia que teria problemas no outro dia, mais eu daria um jeito, sempre dava. O problema da Ashley era que ela era orgulhosa demais.
Assim que me livrei dela fui atrás de Demi pra conversar com ela, eu pude ver quando nossos olhos se encontraram que ela estava magoada, por mais que ela tentasse esconder, eu sempre sabia. A encontrei em um canto da sala, olhando distraída para o nada, os pensamentos longe... Esperava que ela não estivesse muito brava comigo.
__Demi__ eu chamei e ela se virou imediatamente pra olhar, mais não pareceu contente ao me ver.
__O que você quer?__ ela perguntou rispidamente, seu tom de voz me cortando... Era estranho vê-la com raiva, ainda mais de mim.
Estranho e engraçado, ela era tão frágil e inocente que qualquer ameaça ou grosseria saindo de sua boca parecia engraçado... Era como um gatinho bravo que acredita ser um tigre. Mais isso não era hora pra rir.
__Eu mandei a Ashley embora, ela não vai mais te importunar__ avisei sorrindo pra ela.
__Ah que pena, parece que alguém não vai transar hoje a noite__ ela sorriu cinicamente__ ah quase me esqueci... Você já deve estar satisfeito pela tarde incrível que passou com sua amiguinha Ray não é mesmo? 
Ok, essa doeu... Eu nunca vira ela tão zangada daquele jeito, muito menos falando assim, eu até me espantei... Parecia que dessa vez as palavras de Ashley tinham ido mais fundo e a irritado mais do que eu pensava. Geralmente ela apenas ficava magoada, agora ela estava morrendo de raiva... E não era só da Ash. Eu tinha mais problemas do que planejava... Porque diabos eu trouxe aquela garota pra essa festa mesmo? Ah lembrei... Porque eu sou um completo idiota.
Não consegui responder nada... Então ela se afastou indo conversar com sua mãe. Tinha uma mulher e um garoto junto, pessoas que eu não conhecia. Mais fiquei prestando atenção quando ela sorriu contente pra eles... Mudando de humor rapidamente.
__Lembra do seu primo Aden querida?__ Daiana perguntou sorrindo.
__Tampinha?__ Demi fez cara de surpresa__ uau, você cresceu.
__Você também boca metálica__ o garoto respondeu sorridente__ o sofrimento com o aparelho valeu a pena, você tem um sorriso muito lindo, já te disseram isso?
Eu digo isso a ela sempre otário, pensei fechando a cara zangado. Aden era alto, quase tão alto quanto eu, moreno, olhos claros, cabelos negros com algumas luzes loiras, um sorriso largo demais... Eu era muito mais eu.
__Hey Joe, você se lembra do Aden?__ Daiana perguntou pra mim, pensei que não tinham notado minha presença.
__É eu lembro sim__ abri meu melhor sorriso, tentando não demonstrar meu mau humor.
__Você também mudou em Jonas?__ Aden comentou__ fica bem melhor sem aquela franja de emo.
Há, que piada mais sem graça... Ele crescera mais continuava chato. Aden é primo da Demi, morava na mesma rua que agente quando era pequeno, nós éramos tipo os três mosqueteiros. Mais ele teve que se mudar com a família__ o que não foi tão ruim assim.
Foi depois que ele se mudou que eu e Demi nos aproximamos mais e nos tornamos os melhores amigos que somos hoje... Sem o Aden nós passávamos mais tempo juntos, sozinhos, nos divertindo ao nosso jeito. Aden até que era legal, mais ele não era como agente. Não posso dizer que senti falta dele nesse tempo todo, e no momento esperava que ele fosse embora... E logo.
__Demi, será que eu posso falar com você um minuto?__ pedi, esperando que ela visse em meus olhos como estava arrependido.
__Estou ocupada Joe__ ela disse simplesmente, sem grosseria dessa vez... Só estava... Sem emoção.
Ela segurou a mão de Aden e os dois se sentaram no sofá pra conversar, botar o papo em dia... E eu fiquei com cara de taxo enquanto via ele lhe contar histórias e fazê-la rir. Deveria ser eu lhe roubando aquelas risadas... Odiava profundamente ser o motivo da raiva e da tristeza de Demi... Não suportava saber que eu a havia magoado de alguma forma. Ela era tão boa e delicada, tão melhor que eu, eu sempre pisava na bola, sempre pedia desculpas e ela sempre aceitava mesmo sem eu merecer... Quer dizer... Eu nunca a ofendi nem nada disso, mais agüentava muita humilhação na escola por minha causa, só por ser minha amiga.
Bem... Eu ia dar um jeito de me desculpar com ela amanhã... Quando aquele moleque horroroso não estivesse presente.
Demi Narrando

Fiquei sentada no sofá conversando com meu primo Aden... Fazia muito tempo que eu não o via, desde que ele se mudara. Éramos grandes amigos quando crianças, aprontando todas. Enquanto ouvia ele contar sobre a sua vida, tentei ignorar Joe sentado na poltrona do outro lado da sala, de braços cruzados e cara feia nos olhando. Não que a culpa fosse dele, mais eu estava cansada de ver que apesar de tudo que a Ashley fazia ele continuava com ela... Isso era tão irritante.
__Então?__ Aden murmurou me despertando de meus pensamentos__ você e Joe estão... Namorando?
__O que?__ arregalei os olhos assustada__ não, é claro que não... Somos só bons amigos... Só isso.
__Bom pra mim então__ ele brincou me fazendo corar violentamente e desviar os olhos__ você não mudou nada Demi.
É verdade... Todos evoluíram... Joe cresceu, se livrou daquele cabelo estranho que tinha, tem uma banda e faz sucesso com as mulheres. Aden também mudou, nada de aparelho, nem aquelas roupas super largas e sujas... E eu? Eu continuei a mesma sem graça de sempre. Aquela que ninguém enxerga... Aquela que ninguém quer.
__Eu achei que tava rolando alguma coisa__ ele comentou__ ele ta com cara de namorado que aprontou e precisa urgentemente pedir desculpas, antes que a menina dos seus sonhos corra pros braços do garoto novo e descolado do pedaço.
__Passou perto__ eu disse rindo__ tirando a parte do namorados e do ciúmes... Ele não me deve nada.
__Mais você esta zangada com ele__ adivinhou.
__Não exatamente__ fiz careta querendo encerrar o assunto__ esta afim de um refrigerante?
__Claro__ ele concordou sorrindo.
Levantei rapidamente do sofá e fui pra cozinha atrás do refrigerante... Eu era assim tão transparente? Todo mundo sempre sabia como eu me sentia, por mais que eu tentasse esconder. Bom, não exatamente todo mundo... Mais o Joe sempre sabia, e aparentemente Aden também. Perguntei-me porque sendo assim tão perceptivo, Joe ainda não havia notado o quanto eu gostava dele. Talvez ele não quisesse saber ou simplesmente fingia que não via... Não importa. São apenas esperanças e sentimentos inúteis que eu aprendia a esconder e ignorar. 



3 comentários:

  1. Ameeii posta logoo por favor <33

    ResponderExcluir
  2. Awn ameei!!! tadinha da Demi :/
    quando é que o pateta do Joe vai perceber que Demi gosta dele??? Demi deveria era mudar o jeito de se vestir dela e mostrar a ele o que ele estava perdendo kkkkkk :)
    Posta Logoo!!!
    que tal fazer uma maratona???

    ResponderExcluir

 

© Template Grátis por Cantinho do Blog. Quer um Exclusivo?Clique aqui e Encomende! - 2014. Todos os direitos reservados.Imagens Crédito: Valfré