Translate

Anjo da Noite 3 - A Origem - Prólogo




Anjo da Noite 3 - A Origem
Eu podia me ver refletida nela... Minha história se repetindo como um trágico replay de um filme... Repetindo de novo e de novo. Só que dessa vez a causa de tudo não era um lobisomem, um monstro forte e invencivel... Era um simples humano, fragil e mortal.

Ela correu desesperada e parou no meio do salão, tinha exatos cinco segundos pra tomar a decisão mais importante de sua vida... Salvar a vida de seu pai... o homem que arriscara a propria vida, a dos amigos e da mulher que amava pra que ela pudesse viver... Ou a do homem que ela amava... Aquele que ignorou sua natureza, seus principios e esqueceu o preconceito pra estar ao seu lado.

Uma lágrima caiu de seus olhos quando ela tomou a decisão...

Prólogo


O homem segurou a mão da pequena garotinha, ela usava um vestido tão branco quanto sua pele e tinha uma fita vermelha nos cabelos pretos, andaram calmamente pela casa até chegar à sala, onde uma linda mulher se achava sentada em frente a lareira. 

_Vocês vão a algum lugar?_ a mulher perguntou curiosa.
_Vou levá-la pra floresta, já esta mais que na hora de nossa filha aprender a se alimentar sozinha.
_Não pode deixar pra outro dia? Hoje é o aniversário de cinco anos dela.
_Pra que esperar? Esse vai ser meu presente... Ensiná-la a ser independente_ ele disse com um sorriso.
_Vitor... _ ela se levantou da cadeira.
_Não seja tão mandona Mary... Vai ser rápido e divertido, Não é querida?
_Sim papai_ a grotinha respondeu.
_Pelo menos me deixe trocar a roupa dela... Não é uma boa ideia caçar de branco.
_Não... Ela vai voltar limpa... Nós vampiros somos impecáveis... Não fazemos sujeira.
Ele levantou a menina do chão e a segurou em seu colo, seus lindos olhos prata brilhavam mais que o normal.

_Tudo bem... Mais se ela voltar suja você vai se ver comigo.
_Não se preocupe.
_Aproveitem... Eu vou ficar e preparar tudo pra festa dela... Todos os nossos amigos virão.
_Ótimo... Vejo você mais tarde meu amor.
_Até mais.

Vitor deu um beijo em sua mulher e saiu de casa, correndo como um fantasma em direção a parte mais escura da selva, com a criança em seus braços... Pararam perto de um pequeno lago onde um cervo bebia água...

_Preste atenção no papai querida... Depois vou querer que faça o mesmo esta bem?
_Sim papai.
Ele sorriu pra criança e avançou por entre as arvores na direção do animal. A menina observou animada enquanto sem muita dificuldade seu pai alcançava o cervo e prendia com força os dentes em seu pescoço. O animal tentou se soltar mais foi em vão, a força do homem era maior... Então em poucos segundos ele estava morto e não havia mais sangue em sua veias.

_Viu querida... É muito fácil_ ele disse um tempo depois_ Acha que consegue fazer?
_Sim papai. 

Antes que ele pudesse dizer mais alguma coisa, um grupo de humanos armados apareceu por entre as arvores. Apontaram as armas pra ele em um gesto ameaçador...

_Vai morrer seu sanguessuga nojento_ outro disse.
_Deixem-me em paz... Não machuquei ninguém_ ele disse.
_Mais vai... Pois é o que monstros como você fazem.

Em uma fração de segundo ele calculou as chances que tinha contra aqueles homens, não seria difícil mais não queria que nem um deles encostassem em sua filha, que os observava atentamente... Então decidiu o que fazer...

_FILHA... CORRA_ Vitor gritou.
Nessa mesma hora a menina se virou e começou a correr pra longe, sumindo na floresta escura por entre as arvores... Um dos humanos fez menção de ir atrás dela então Vitor, sem pensar duas vezes pulou em seu pescoço. Os outros também atacaram... Atirando contra ele, mais não importava o que fizessem, ele não parava... Era insaciável. 

_Morram seus desgraçados. 

A menina continuou a correr sem parar, sem saber pra onde ia... Estava um tanto assustada. Só parou quando viu um homem parado no meio das árvores... Sentiu o cheiro doce de seu sangue e se lembrou do que seu pai fizera a poucos minutos atrás... Então, como um fantasma, pulou no pescoço dele, sem dar chance que ele se defendesse, o homem gritou alto sentindo dor e então caiu no chão sem vida. A menina ficou por cima dele, bebendo seu sangue... Sujando seu vestido branco com o liquido vermelho. Ouviu passos e quando levantou o rosto viu um homem parado a encarando. Ele fitou os olhos quase transparentes da menina assustado, pensando em correr... Mais a menina agora satisfeita apenas sorriu... Ele se aproximou dela involuntariamente e ela estendeu as mãos o convidando... Ele a segurou no colo e sorriu também, encantado com tamanha beleza.

_Quem é você princesa?_ perguntou fascinado.
_Demetria_ respondeu com sua voz doce e um sorriso angelical.

4 comentários:

  1. EU AMO A TERCEIRA TEMPORADA..........
    Me desculpa não ter comentado antes mais eu estava e ainda estou com alguns probleminhas!!

    ResponderExcluir
  2. OMG. Estou super ansiosa, posta logo

    ResponderExcluir

 

© Template Grátis por Cantinho do Blog. Quer um Exclusivo?Clique aqui e Encomende! - 2014. Todos os direitos reservados.Imagens Crédito: Valfré